Santa Catarina:
(47) 3028-6868
Cupim - Dedetização e Controle de Cupim

CUPIM

Cupim - Dedetização e descupinização

O cupim é uma praga silenciosa que se caracteriza pela organização e ação solidária dentro das colônias.

O cupim chega de mansinho em sua época de acasalamento (a revoada) para formar colônias. Nem sempre é percebido pelos donos do ambiente e a sua destruição demora anos para se desenvolver. Por isso é chamado de praga silenciosa.

Há mais de 2.800 espécies de cupins catalogadas no mundo. Já no Brasil existem em torno de 350 cupins. O cupim equilibra o ecossistema, pois forma pequenos canais na terra, permitindo a drenagem e aeração dos solos. Isso ajuda na estruturação e fecundidade da superfície. O cupim ajuda também no processo natural de reciclagem.

O problema acontece quando o cupim invade ambientes internos de residências e empresas, causando prejuízos e afetando a saúde das pessoas. Os insetos não transmitem doenças diretamente, mas podem aumentar transtornos alérgicos e respiratórios em pessoas sensíveis.

Estima-se que os cupins causam bilhões de prejuízos por ano no mundo todo. Os insetos procuram seus nutrientes em materiais que contém celulose como madeira, papel, roupa e produtos de origem animal como couro, excrementos, entre outros.

O cupim não é capaz de digerir celulose, por isso, recebe ajuda de microrganismos como protozoários, fungos e bactérias que se alojam no interior de seu intestino.

Atendimento Rápido!



ou pela Central de Atendimento:
0800 704 1528

Atendimento Rápido!



ou pela Central de Atendimento:
0800 704 1528

O nome da colônia do cupim é o cupinzeiro. A estrutura abriga diversos níveis de indivíduos como operários, soldados, reprodutores, rei e rainha. Para começo do desenvolvimento da colônia, o rei e a rainha se alimentam de seus próprios ovos. Os operários também se alimentam de cupins enfermos ou feridos, possuindo hábitos de canibalismo.

Biologia do cupim

AS TRÊS ESPÉCIES DE CUPINS MAIS COMUNS NO BRASIL SÃO:

Cupim arbóreo

O cupim arbóreo é um grande problema para o reflorestamento e para o cultivo do eucalipto, pois a intervenção do ser humano diminui as fontes naturais de alimento.

Por conta deste fato, este inseto também passou a atacar áreas urbanas. Cidades históricas em Minas Gerais, por exemplo, já sofreram com a infestação em seus monumentos históricos.

Seu habitat mais frequente são áreas rodeada de matas, caatingas e cerrados. Se infestam ambientes internos, seu ninho pode ser encontrado fora, em árvores por exemplo, que se encontram próximas.

Tamanho: Crescem até 1,9 cm podendo chegar a 2,5 cm com as asas
Cor: marrom
Asas: Sim, do mesmo tamanho e forma
Pernas: 6
Nome popular: Cupim arbóreo
Antena: 2 retas
Filo: Arthropoda
Reino: Animalia
Ordem: Isoptera
Classe: Insecta
Espécie: Nasutitermes corniger
Família: Termitidae

DIETA: Os cupins arbóreos se nutrem de madeira em geral localizada em árvores, estruturas internas de residências e empresas e objetos que contenham celulose em sua composição.

HABITAT: Os insetos criam suas colônias em cima das árvores, possuem tamanho grande e coloração negra. Os cupins desta espécie podem ser encontrados também em estruturas de madeira, paredes e postes.

IMPACTO: Os cupins arbóreos podem atacar estruturas de madeira de casas e as árvores que servem de apoio para a colônia.

PREVENÇÃO: Utilização de madeira tratada, retirada de entulhos com madeira, planejar a poda da árvore para não deixar ferimentos, além de retirar árvores mortas e em decomposição do local.

Cupim subterrâneo

Os cupins subterrâneos constroem suas colônias preferencialmente no solo, em local subterrâneo, pois dependem da umidade para se desenvolver. A população das colônias do cupim subterrâneo é enorme, podendo até chegar a milhões de indivíduos.

Pesquisas feitas nos Estados Unidos da América registraram colônias maduras de cupins subterrâneos do gênero Coptotermes spp. realizando consumo médio diário de 300 gramas de material celulósico.

As condições ideais destes espaços são favoráveis ao seu desenvolvimento e infestação, como, escuridão, má ventilação, inviolabilidade e temperatura. Os locais em que são formados os ninhos são de difícil acesso, dificultando o combate.

Tamanho: 0,32 a 2,54 cm
Cor: marrom claro
Formato: longo, estreito, oval
Asas: Sim, do mesmo tamanho e forma
Pernas: 6
Nome popular: Cupim subterrâneo
Antena: 2 retas
Filo: Arthropoda
Reino: Animalia
Ordem: Isoptera
Classe: Insecta
Espécie: Coptotermes gestroi
Família: Termitidae

DIETA: Madeira em geral em árvores, estruturas internas de residências e empresas e objetos que contenham celulose.

HABITAT: Criam suas colônias em cima das árvores, possuem tamanho grande e coloração negra. Podem ser encontrados também em estruturas de madeira, paredes e postes.

IMPACTO: Podem atacar estruturas de madeira de casas e as árvores que servem de apoio para a colônia.

PREVENÇÃO: Utilização de madeira tratada, retirada de entulhos com madeira, planejar a poda da árvore para não deixar ferimentos, além de retirar árvores mortas e em decomposição do local.