Santa Catarina:
(47) 3028-6868
Descupinização

CONTROLE DE CUPINS

Controle de cupins em Joinville

O controle de cupins é importante porque esses inimigos invisíveis causam danos para seu patrimônio. Eles atacam silenciosamente, comendo as fontes de celulose do seu ambiente. Dessa forma, suas colônias provocam grandes estragos em móveis, objetos e até roupas! Nada escapa imune ao poder de destruição dos cupins.

O sinal mais comum de cupins em um ambiente é o famoso pozinho encontrado perto do objeto infestado. Contudo, outros traços podem ser identificados como espécies andando de dia, asas finas no chão, túneis de terra e paredes onduladas, por exemplo. Ao menor sinal deles, contrate o serviço de controle de cupins.

O controle de cupins é a forma mais eficaz para eliminar uma colônia

Saiba que algumas colônias de cupins contêm milhões de membros. Ou seja, é essencial procurar por ajuda especializada para realizar o controle de cupins de forma eficaz e segura. Os três principais tipos de cupins encontrados em solo brasileiro são: cupim subterrâneo, cupim de madeira seca e cupim arborícola.

Cada espécie possui características específicas. Por isso o controle de cupins deve ser acompanhado de perto por um técnico especializado. Essa é a única forma de verificar o melhor método de controle de cupins de acordo com a situação da infestação. A Dedetizadora Joinville possui a equipe perfeita para esse trabalho.

Nossos controladores de pragas realizam um diagnóstico inicial para descobrir informações chaves que vão levá-los a realizar um serviço de qualidade completa. O controle de cupins depende do tipo de praga encontrada. Por exemplo, cupins subterrâneos podem ser eliminados tanto pelo método tradicional quanto pelo método Sentricon.

Conheça mais sobre o Sentricon para controle de cupins subterrâneos

A eliminação de colônias de cupins subterrâneos é um desafio! Os membros do cupinzeiro podem chegar a milhões! Ou seja, haja cupins para eliminar. Além disso, é necessário ficar atento para não ocorrer uma migração e posterior reinfestação. O trabalho de descupinização é para profissionais capacitados.

O Sentricon é um método revolucionário, bastante utilizado nos EUA, que utiliza um sistema de iscagem inovador. Plataformas de Sentricon são aplicadas no solo e dentro delas há um ativo de alta atratividade. O controle de cupins torna-se mais eficaz porque os insetos preferem essa isca em vez de suas fontes de celulose anteriores.

Além disso, com o método Sentricon há um monitoramento contínuo. Isso proporciona um controle de cupins eficaz e seguro, além de duradouro. Assim sendo, o Sentricon é a sua melhor solução se houver uma infestação de cupim subterrâneo na sua área. Porém há outros tipos de cupins no Brasil.

O cupim de madeira seca, por exemplo, exige um tratamento focal

Para o controle de cupins da espécie madeira seca, o ideal é a utilização de uma calda cupinicida aplicada direto no objeto infestado, já que a colônia da espécie é restrita.

O cupinzeiro do cupim de madeira seca possui algumas centenas de membros, sendo bem menor do que a do cupim subterrâneo. Ele também se desenvolve em um ambiente diferente, geralmente interno e com baixa umidade. Saber as características das pragas é essencial antes do controle de cupins.

Já o método de controle de cupins arborícolas segue por outro caminho

A descupinização, o nome correto do serviço de controle de cupins, é feita de forma diferente quando a espécie da infestação é identificada como a arborícola. Os cupinzeiros geralmente encontram-se na copa de árvores, ou seja, local alto e de difícil acesso. Então, como é realizado o controle desse tipo de cupim?

O cupinicida líquido é aplicado no solo para que as raízes da vegetação possam absorver o tratamento. Dessa forma o cupinzeiro é eliminado do topo das árvores. Por fim, esse tratamento protege as árvores e arbustos de uma nova infestação. Depois a equipe da Dedetizadora Joinville localiza e limpa ninhos e túneis de forrageamento que possam estar próximos ao local.

Atendimento Rápido!



ou pela Central de Atendimento:
0800 704 1528

Atendimento Rápido!



ou pela Central de Atendimento:
0800 704 1528

O que causa cupins?

Cada espécie de cupim é atraído por um tipo de elemento: o cupim subterrâneo, por exemplo, gosta de ambientes com alta umidade. Já o cupim de madeira seca é o contrário, ele infesta locais com pouca umidade. Todavia, o inseto procura sempre o mesmo elemento, que serve para a sua nutrição: a celulose.

Você deve ficar atento ao período da revoada, que é a fase de reprodução dos cupins e de formação de novas colônias. Provavelmente você já viu bichinhos voando ao redor de focos de luz em dias quentes e úmidos. Eles são os cupins alados procurando seus parceiros ideais.

Conheça mais os cupins com asas e o período da revoada

Perto do período da revoada, os cupins que vão se reproduzir adquirem asas. Esse elemento é fundamental para que ele saia da sua antiga colônia para alcançar novos insetos.

 

Descupinização em Joinville

Ao acasalar, eles perdem suas asas e vão rumo a criação de um novo cupinzeiro. É vital prevenir-se que eles cheguem no seu ambiente.

A melhor forma de fazer isso é: eliminar os focos de luz quando houver o entardecer, aplicar telas nas janelas e portas e acabar com os poucos insetos que podem entrar no seu ambiente interno. Quando eles perdem as asas, podem se confundir com o chão, principalmente se ele for escuro. Dessa forma, entram em armários, cômodas, camas e outros objetos de madeira.

Qual é o tempo de vida dos cupins?

O cupinzeiro possui diversas castas: operários, ninfas, soldados, reis e rainhas. Os operários podem viver de 1 a 2 anos. Já os soldados ficam bastante tempo em áreas externas e podem ser eliminados rapidamente. As rainhas são os insetos que duram mais tempo, podendo alcançar até 50 anos. Todavia, isso depende da sua espécie.

O ciclo de vida dos cupins pode durar de 40 a 90 dias. A rainha deposita seus ovos e depois as crias viram larvas. Após diversas mudanças, elas viram soldados, ninfas ou operários. Os reprodutores ganham asas na primavera e partem para a criação de novas colônias.

Quais são os tipos de cupins?

1. Cupim Subterrâneo

Esse tipo de cupim é um dos que possui a colônia mais numerosa. Seus membros podem chegar a milhões de insetos. Por isso, abrigam-se em locais como solos e subsolos, geralmente em lugares com grande umidade. Eles podem infestar ambientes internos, mas são casos menos frequentes.

Possuem o hábito de construir túneis de terra para alcançar fontes de alimento e se proteger do ar livre. Comem madeira 24 horas por dia, sete dias por semana. É um dos tipos de cupins mais destrutivos. Se você suspeitar de uma infestação de cupins, entre em contato com uma controladora de pragas profissional para realizar um controle de cupins.

2. Cupim de Madeira Seca

Como o próprio nome sugere, esse tipo de cupim abriga-se em lugares com baixa umidade. Sua colônia é uma das menores, possuindo centenas de membros. Os insetos dessa espécie infestam objetos específicos. É perigoso pois pode migrar para outros espaços.

Por exemplo, quando você recolhe um móvel da rua, tem que verificar se não existem resquícios de cupins. Se houver uma infestação, o controle de cupim deve ser efetuado por meio da calda cupinicida. Não realize esse trabalho sozinho, que necessita de uma técnica específica.

3. Cupim Arborícola

Por fim, o cupim arborícola é uma espécie silvestre que se abriga no topo das árvores. Seu cupinzeiro é fácil de ser identificado pois é grande e negro. Tubos de abrigo são característicos desta espécie e são freqüentemente encontrados do lado de fora do tronco da árvore.

Túneis subterrâneos irradiam a partir da base da árvore para várias fontes de alimento. Essa estrutura é feita pelo cupim arborícola para movimentar-se com total segurança. O controle de cupim é feito por meio da calda cupinicida na raiz das árvores.

Controle de cupins em Joinville

Qual a madeira que o cupim não come?

Algumas madeiras são mais resistentes aos ataques dos cupins do que outras. Isso é uma forma de prevenir as infestações. É claro que o controle de cupim pode ser feito no móvel, independente de qual madeira for. Mas você pode escolher móveis e objetos que são à prova de cupins.

Algumas madeiras que os cupins não gostam são:

  • Peroba-do-campo;
  • Ipê;
  • Pau-ferro;
  • Imbuia;
  • <